Polícia Ambiental encontra retirada ilegal de terra em Miracema

Retirada de terra para terraplanagem estava sendo realizada sem autorização e próxima de nascente
Terra era retirada de forma ilegal do local (Foto: Divulgação/ 3ª Upam)
    A Polícia Ambiental flagrou nesta quinta-feira (27) uma obra com irregularidades na Avenida Luiz Fernandes Linhares, no bairro Boa Vista, em Miracema. Funcionários estariam realizando retirada de terra sem devida autorização e em um local proibido.

   O caso foi descoberto pela Polícia Ambiental após denúncia. Ontem os agentes da 3ª Unidade de Polícia Ambiental do Parque Estadual do Desengano (3ª Upam) foram até o local e constataram as irregularidades.

   Os agentes encontraram uma área de 1,2 hectare, onde estava sendo realizado uma obra de terraplanagem com aterro e desmatamento de vegetação em estágio inicial e médio de regeneração. O engenheiro responsável apresentou uma licença ambiental da Prefeitura para a realização do serviço, entretanto, a licença exigia que o aterro deveria receber terra de jazida legal, o que não ocorria. A terra para o aterro estava sendo extraída de uma propriedade perto dali, próxima de um curso d'água, portando, sendo área de preservação permanente.

   A terra vinha sendo retirada por uma firma paduana, que não apresentou licença ambiental para a extração. A empresa também é responsável pela obra de terraplanagem, para onde a terra extraída era levada.

   O engenheiro e o responsável pela firma foram conduzidos para depor na 137ª Delegacia Legal de Miracema. Eles foram liberados após o registro da ocorrência. A Polícia Civil solicitou perícia para comprovar as práticas no local.
Terra era retirada de forma ilegal e encaminhada para aterro (Foto: Divulgação/ 3ª Upam)

Compartilhe

Notícias Relacionadas

Próxima
« Seguinte
Anterior
Anterior »

Itaocara em Foco