MPRJ deflagra ação contra desvio de material hospitalar no Noroeste Fluminense

Material no valor de 745 mil deveria ser distribuído para hospitais de Aperibé, Pádua, Miracema, S.J. de Ubá, Itaperuna, Italva, São Fidélis e Bom Jesus
(Foto: Gilmar Sana/ Italva em Foco)
   O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) cumpriu mandado de busca e apreensão, nesta terça-feira (16), na sede da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio de Janeiro (EMATER-Rio), em Italva. No local foi constatada a existência e o armazenamento irregular de equipamentos e material hospitalar de consumo que deveriam ser distribuídos às prefeituras e secretarias de saúde de nove municípios da região. O mandado foi expedido pela 2ª Vara de São Fidélis, a pedido do MPRJ.

   A ação foi realizada pelo Grupo de Apoio aos Promotores de Itaperuna (GAP/MPRJ), por solicitação das Promotorias de Justiça de São Fidélis e Italva, após o recebimento de denúncias que confirmaram a compra de insumos, por parte do Governo do Estado, a fim de abastecer o Hospital Armando Vidal. Porém, por motivos que serão esclarecidas durante as investigações, os materiais foram retidos na sede da EMATER, órgão vinculado à Secretaria Estadual de Agricultura, e não chegaram ao hospital.

   Documentos apreendidos no local revelam que o material, no valor total de R$ 745 mil, além de 46 camas hospitalares, estava na EMATER desde março. De acordo a Promotoria de Justiça de São Fidélis, as prefeituras de Itaperuna, Santo Antônio de Pádua, Aperibé, Italva, Laje do Muriaé, Bom Jesus de Itabapoana, São José de Ubá e Miracema aparentemente não sabiam da existência dos materiais, o que será apurado na investigação. 

   Sobre os equipamentos que deveriam ser recebidos pela Prefeitura de São Fidélis, a Promotoria informou que o Município e a Secretaria de Saúde não tinham conhecimento da aquisição dos equipamentos. A Promotoria de Justiça providenciou junto à 2ª Vara de São Fidélis, o pedido de remoção dos materiais para o encaminhamento ao Hospital Armando Vidal.

   Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde informou que a Secretaria de Estado de Agricultura cedeu o espaço para a instalação de um polo temporário para distribuição de mobiliário e equipamentos hospitalares aos municípios das regiões Norte e Noroeste do estado do Rio. Ainda segundo a nota, as prefeituras já iniciaram a retirada dos materiais doados pela SES e a criação deste polo, que é localizado na região, tem o objetivo de facilitar a retirada do mobiliário, gerando economia para os municípios.
(Foto: Gilmar Sana/ Italva em Foco)
(Foto: Gilmar Sana/ Italva em Foco)
(Foto: Gilmar Sana/ Italva em Foco)

Compartilhe

Notícias Relacionadas

Próxima
« Seguinte
Anterior
Anterior »

Itaocara em Foco