Em simulação, bombeiros controlam incêndio em colégio de Itaocara

Na simulação, um homem se fere gravemente e precisa ser retirado em meio à fumaça densa. Escola foi evacuada.
Bombeiros "controlam chamas" durante simulação (Foto: Seylor Ornellas/ Folha Itaocarense)
   "O Colégio Estadual Municipalizado Teotônio Brandão Vilela, no bairro Sobradinho, pegou fogo na manhã desta quarta-feira (14) deixando um homem gravemente ferido. O prédio foi evacuada. As chamas controladas pelo Corpo de Bombeiros, que também socorreu a vítima." Todos os fatos mencionados foram na verdade simulados e são uma pequena parte do treinamento dos bombeiros militares.

   Para que tudo parecesse real, muita fumaça no primeiro pavimento. A "vítima", suja de cinzas, também simulou estar inconsciente devido a inalação da fumaça e durante o resgate faz uma parada cardiorrespiratória. O deslocamento desde o quartel até à unidade de ensino, a 2 Km, foi uma ocorrência real para os bombeiros. A simulação envolveu também a Guarda Civil Municipal de Itaocara, no suporte e isolamento da área externa. 

   Na simulação, a cantina e refeitório do colégio são atingidos por um incêndio. No refeitório um homem não consegue sair e desmaia. A fumaça toma conta do primeiro pavimento. O prédio é evacuado e a energia elétrica cortada. Os estudantes são levados para um local mais seguro. As guarnições dos bombeiros chegam em cerca de três minutos e logo iniciam o controle das chamas. Com equipamentos e roupas especiais, uma equipe entra no refeitório e retira a vítima em estado grave, que é reanimada em seguida. No mesmo momento, outra equipe dos bombeiros verifica as salas de aulas. Uma criança havia sido esquecida no andar superior propositalmente.

   As crianças assistiam tudo atentamente e quem podia, filmava toda a movimentação. Os trabalhos dos bombeiros duraram poucos minutos. O tenente Hylen parabenizou os alunos, professores e a diretora pelo empenho na simulação do evacuamento do prédio em menos de três minutos.

   "Nossos exercícios servem tanto de aprendizado para nós da corporação quanto para vocês [estudantes, professores e demais funcionários do colégio]. Tivemos um treinamento hoje que saiu melhor do que a gente esperava." disse Hylen.
Crianças também participaram da simulação. Elas receberam orientação de como deixar as salas de aulas em caso de emergência (Foto: Seylor Ornellas/ Folha Itaocarense)
   A simulação também serviu de treinamento para a Guarda Civil Municipal. O comandante Adriano Piau acompanhou de perto o trabalho dos agentes da GCM e do Corpo de Bombeiros. As ruas no entorno do colégio ficaram bloqueadas por cerca de 20 minutos.

   Além das simulações semestrais – que têm como objetivos a avaliação do tempo de socorro, a segurança e as técnicas empregadas – os bombeiros também recebem instruções teóricas e testes práticos de salvamento frequentemente.
Simulação envolveu vários bombeiros do quartel de Itaocara (Foto: Seylor Ornellas/ Folha Itaocarense)

Compartilhe

Notícias Relacionadas

Próxima
« Seguinte
Anterior
Anterior »

Itaocara em Foco